Pular para o conteúdo

Tendências de tons escuros e movimentados

Bruno Silva
Por Bruno Silva,
Gerente de Marketing na Diamond Stone
Publicado em 23 de f de 2018

Nos preocupamos em trazer aos nossos especificadores arquitetos e designers, soluções criativas e inovadoras, realizando pesquisas de mercado significativas para identificar as tendências no mundo da arquitetura e do design, assim como as prioridades atuais e futuras desta comunidade, procurando entender o que impulsiona as mesmas, incluindo uma paleta de cores em constante evolução para projetos comerciais e residenciais.

Perceber o que acontece nesse meio é uma importante diretriz por trás da escolha dos produtos da nossa marca.

Neste ano de 2018, as cores negras, ousadas e escuras começaram a aparecer.

Seguindo uma tendência de mercado em elementos de design, como tecidos e revestimentos de parede. Essas cores vêm se tornando predominantes desde materiais de superfícies, até em eletrodomésticos.

Os tons escuros que estamos apostando aparecem com movimento, profundidade e excitação, como é o caso do nosso mais novo lançamento da linha Ultra Compact, o  Noir Desir que possuí um marrom profundo com veios marcantes e movimentados.

Enquanto isso, os tons neutros, mais leves permanecem como itens básicos, e os tons sóbrios passam a ancorar os espaços causando uma impressão com mais impacto e uma aparência dramática e sofisticada, especialmente quando executada em blocos.

Junto dos tons de preto, incluem azuis, cinzas e marrons profundos com muita textura.

O que vocês acharam do nosso lançamento Noir Desir? Aprovam??? Nós estamos amando!

Deixe o seu comentário e conte-nos o que achou deste artigo